Blog pessoal de Ana Paula Motta

Domingo, 19 de Fevereiro de 2012

Sexta-feira, 18 h. Laura ajudava uma aluna com uma pesquisa, impaciente porque o tempo demorava a passar. A lua cheia dividia o céu com o sol.

 

O aparelho vibrou sobre a mesa. Sorriu,respondeu a mensagem e voltou para a tarefa.

 

Novo sinal de mensagem. Em poucos segundos outro... e outro e mais outro.

 

Enrubesceu e não sabia o que dizer à moça que ao lado esperava sua ajuda. Balbuciou uma desculpa e ouviu de volta: “Não fica envergonhada não, fessôra, meu Zé Maria também é assim. Ele tem desespero de mim.”

sinto-me:
música: É você- Tribalistas
publicado por Ana Paula Motta às 20:01
link do post | comentar | favorito

Sábado, 14 de Agosto de 2010

Respirava um vento frio.

Era o luar que subitamente inundou seu coração...

sinto-me:
música: Ontem Ao Luar
tags: , ,
publicado por Ana Paula Motta às 04:09
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 11 de Setembro de 2009

Hoje acordei com um raio de luar
Pela janela a lua brilhava pra mim
Enorme e linda
Voltei a dormir
a sonhar
Não deixei que a lua minguasse em mim
Acordei plena em lua
publicado por Ana Paula Motta às 10:22
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 23 de Março de 2009

Plena em lua...

lua

De lua. Quando alguém anda meio descompensado psicologicamente dizem que está “de lua” ou pior que é “de lua”.

Acho que todos temos nossas fases “de lua”, no bom e no mau sentido.

Falemos do bom sentido. O que é estar de lua? Acho que pra mim é estar em plenitude, sorvendo a vida pelas narinas, vibrando em boa sintonia com o mundo, numa harmonia rara, mas possível.

Acho que estar plena em lua é cantar pela manhã sem que tenha muita explicação, é ter a alma aos pulos naturalmente, é sentir aromas antes despercebidos. É gostar de viver.

È ter certezas que brotam não sei de onde, acho que é se sentir feliz. Estado portando não vulgar, bem-vindo e que deve ser saboreado como o doce preferido, devagar não devorando vorazmente. De-li-ci-a-do.

Plena em lua. Delícia da vida.

Observação intracósmica

Hoje olhei pro céu

Vi uma coisa diferente

Tinha lua. Redonda, bem cheia

E estrela

A coisa diferente:

Tinha uma lua em mim.

Carla Guedes

Esse texto conheci no Livro Verso in`verso (presente da professora Zenilda Guedes),a autora é uma “menina” macaense de apenas 20 anos.


3 comentários

tags: ,
publicado por Ana Paula Motta às 11:22
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

Pra falar de lua,

A palavra nua

Pra falar de ser sua.

Cada pedaço de mim

Vibra e quer

Cada pedaço

De você
tags: ,
publicado por Ana Paula Motta às 21:51
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
27
28


últ. comentários
Há sonhos que não esquecemos e outros que sim, tal...
Por que razão os sonhos mais belos se esfumaçam? e...
Por que razão os sonhos mais belos se esfumaçam? e...
Bonito...
Rs, muita tinta
Sofre do mesmo pânico: os espelhos e os fios branc...
Obrigada, pela visita. O filme é mesmo muito bom.
Já vi e adorei o filme :)
Obrigada, Aninha. O que seria de mim sem as amigas...
Amanhã é um outro dia e o sol volta a brilhar, que...
Gosta de escrever textos sobre e Televisão? Tem id...
Wal , sempre tão atenciosa e carinhosa e eu em fal...
A doce Aninha enfeitando minha tarde de domingo.Bj...
Aninha, esse micro conto nasceu de lembranças e ta...
Haja o que houver, essas duas lágrimas fujonas são...
Shayana, obrigada pela visita e pelo comentário. B...
Ana gostei muito...
Um dia Ana, tb acredito nisso :-)um abraço deste l...
Wal sempre tão atenciosa e carinhosa nos comentári...
Partilhar no Facebook
Partilhar
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro