Haja o que houver, essas duas lágrimas fujonas são para limpar e deixar o sorrir florir.
um abraço amigo
Ana Martins a 16 de Outubro de 2011 às 05:32

Aninha, esse micro conto nasceu de lembranças e também da ficção mesmo, estou aprendendo a criar histórias "fora" de mim. Acho que é um grande passo. Obrigada pelas palavras tão doces e amigas,
Ana Paula Motta a 16 de Outubro de 2011 às 19:06

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.