Linda e feminina participação neste DESEJO da TERTÚLIA!
Muito obrigado por participar, Ana Paula!

Bjs cor de rosa!
Eduardo P.L a 15 de Março de 2009 às 05:28

O desejo da sensação. Só na infância e na adolescência as vamos tendo. Com o passar dotempo elas, as sensações, são cada vez mais raras. Tudo já foi visto, experimentado. Só temos percepções. A nostalgia da infância é o baú do nosso ser. Guarda bem a chave que é preciosa. Beijos.
expressodalinha a 15 de Março de 2009 às 09:48

Emocionante seu texto, o desejo de menina, tive um reencontro com os meus.

Belíssimo.

Bjs querida.
Chris
Christi... a 15 de Março de 2009 às 10:53

Lindíssimo!Os teus posts estão sempre carregados de sensibilidade e sentimento. Há que manter os sonhos...e os desejos de menina. O desejo não morre e, por força de tanto insistir, concretiza-se!
Luis Bento a 15 de Março de 2009 às 11:24

desejar manter viva sempre a criança dentro de nós..que linda menina que ela esteja mais viva do que nunca!
a 15 de Março de 2009 às 12:39

Lindo o seu desejo. Tb desejo algumas vezes e me pergunto onde estao os meus desejos de menina. Muito bom.
Georgia a 15 de Março de 2009 às 15:19

De facto, nada melhor do que um cafézinho, um pastel de nata e um jornal logo pela manhã.
A meia-estação marca a diferença.
Gostei.
António Oliveira a 15 de Março de 2009 às 15:44

Eduardo P.L, eu é que agradeço a oportunidade de participar desse grande espaço de troca que é a Tertúlia.

expressodalinha, realmente essas sensações não têm preço e apacentam a alma.
Um abraço

Vi, manter um pouco que seja da menina é o que nos move rumo aos sonhos.
Beijinhos
Ana Paula Motta a 15 de Março de 2009 às 17:48

Christi, tento manter encontros diários com a menina em mim, mas nem sempre consigo, quando o faço é muito bom.
Beijinhos

Georgia,obrigada pela visita, volte sempre.

António Oliveira, os pastéis de nata são um dos sabores da infância que carrego pra sempre.
Ana Paula Motta a 15 de Março de 2009 às 17:51

Luís, os sonhos têm que ser cultivados, às vezes não é muito fácil. Mas vale a pena, não é?
Os desejos podem ser concretizados sim, que bom...
Beijos
Ana Paula Motta a 15 de Março de 2009 às 17:53