Blog pessoal de Ana Paula Motta

Domingo, 30 de Novembro de 2008

carta

Não sou poeta.

Sou apenas mulher.

Que espera,

A tecer fios,

O homem

Que foi para a guerra.

escrito por João Ana Paula Motta 30-11-2008 13:52
0 comentários

publicado por Ana Paula Motta às 13:01
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008
Colher braçadas de flores,
Bambus, folhas e ventos
E as sete cores do arco-íris
Quando pousam no horizonte
Juntar tudo por um instante
Num caldeirão de magia
E então inventar um pássaro louco
Um novo passo de dança
Uma caixa de poesia.
Roseana Murray
publicado por Ana Paula Motta às 13:48
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008


Natal menina

Muita gente não gosta de Natal porque acha a data triste, outros porque não gostam da “obrigação” de se reunir com uma família grande na hora da ceia,outros têm traumas de infância. Não faço parte desse clube, adoro o Natal, talvez porque nasci bem pertinho da data e na minha casa era uma animação só, casa enfeitada, festa.

Hoje continuo amando essa época do ano e sempre tento fazer com que seja uma data inesquecível para as crianças da família. Meu filhote já passou da fase da “noite mágica”, mas vou tornar a festa uma coisa marcante para minha sobrinha.

Minhas dificuldades com o Natal são de outra ordem, preciso aprender a ser mais solidária, não só nessa época do ano, mas sempre. Nós que nunca passamos um Natal com dificuldades financeiras não sabemos como deve ser triste a noite de uma criança pobre. Quem sempre ganhou o que sonhou não é capaz de saber o que é frustração de um sonho infantil, ou a angústia de pais que não podem proporcionar uma alegria para os filhos.

Pensando no verdadeiro espírito natalino nasceu o projeto Papai Noel dos Correios que se propõe a realizar o sonho de crianças carentes que enviaram 17 milhões de cartas para o Papai Noel. Para participar é só passar numa agência do Correios e pegar uma cartinha e entregar o presente também nos Correios até dia 20 de dezembro, a própria empresa se encarrega de fazer a entrega.

Para saber mais informações clica aqui.

Fontes: Blog Todo amor que houver nessa vida e site dos Correios.

escrito por Ana Paula Motta 26-11-2008 14:36
0 comentários

publicado por Ana Paula Motta às 12:48
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

“Mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas

Sofrem por seus maridos, poder e força de Atenas

Quando eles embarcam, soldados

Elas tecem longos bordados

Mil quarentenas”

Chico Buarque

Coragem

Que a vida viesse a mim como uma tempestade

E me ofuscasse o raio, e me açoitasse o vento;

Que o mar rugisse em torno do meu rude lamento.

E soçobrasse a nau dessa tranqüilidade.

Viessem, também o frio e a falta de alimento,

Fantasmas da aflição e da necessidade;

Que me ferisse o agudo espinho da maldade

E me afogasse o vagalhão do sofrimento.

Na austera provação, não pediria morte;

Eu amaria a vida e bendiria a sorte;

Faria até do inferno um claro e lindo céu.

E para que eu tivesse a bravura exigida,

Bastava que no embate imenso dessa lida

Eu fosse tua e fosses todo meu.

Helena Kolody

publicado por Ana Paula Motta às 12:02
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008
AdalorÁfricoAlísioAragemAura
Austro

BrisaCicloneEspiroEuroFuracão
Garbino
LariçoLestadaLevante
Mareiro
Mistral
MinuanoMonçãoNortadaOressa
Pampeiro
RafadaRajadaRedemoinho
Siroco
SobreventoSuestadaTerralTornado
Tramontana
TravessãoTufãoVendavalViraçãoXamal
Zoeira


Tudo isso é vento

É desassossego em mim



“Em sonhos sou igual ao moço de fretes e à costureira. Só me distingue deles o saber escrever. Sim, é um acto, uma realidade minha que me diferença deles. Na alma sou seu igual.”

Livro do Desassossego – Bernardo Soares (Fernando Pessoa)
publicado por Ana Paula Motta às 21:31
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 14 de Novembro de 2008


Na tarde quente eu e meu guarda-chuva cor-de-rosa
Contra o cinza que cobria o sol
Hoje eu chorei junto com o céu.
publicado por Ana Paula Motta às 19:13
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008



Um arrepio bom,

Como se a brisa gelada

Trouxesse uma esperança orvalhada

Um sopro de manhã...


“Bens são mãos que afagam almas...” Trecho da música O Perdão (que não sei de quem é)
publicado por Ana Paula Motta às 18:29
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 11 de Novembro de 2008
publicado por Ana Paula Motta às 13:44
link do post | comentar | favorito


O sol invadiu a manhã cinza
Trouxe de volta a esperança
À minha alma adormecida
Ao meu corpo exausto.
publicado por Ana Paula Motta às 11:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

Uma noite de lua pálida e gerânios
ele viria com boca e mãos incríveis
tocar flauta no jardim.
Estou no começo do meu desespero
e só vejo dois caminhos:
ou viro doida ou viro santa.
Eu que rejeito e exprobo
o que não for natural como sangue e veias
descubro que estou chorando todo dia,
os cabelos entristecidos,
a pele assaltada de indecisão.
Quando ele vier, porque é certo que vem,
de que modo vou chegar ao balcão sem juventude?
A lua, os gerânios e ele serão os mesmos
-- só a mulher entre as coisas envelhece.
De que modo vou abrir a janela, se não for doida?
Como a fecharei, se não for santa?"
publicado por Ana Paula Motta às 19:32
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 7 de Novembro de 2008



Meus olhos estão olhando
De muito longe, de muito longe.
Das infinitas distâncias
Dos abismos inferiores.
Meus olhos estão a olhar do extremo longínqüo
Para você que está distante de mim.
Se eu estendesse a mão, tocaria sua face.
Mas os cinco dedos pendem como um lírio murcho
Ao longo do vestido.
Aqui tudo é leve, silêncioso, indefinido,
imóvel.
Não tenho mais limites.
Tornei-me fluida como o ar.
Seus olhos tem apelos magnéticos,
mas estou abismada
Em profundezas infinitas.
Helena Kolody
publicado por Ana Paula Motta às 18:27
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 6 de Novembro de 2008
publicado por Ana Paula Motta às 09:14
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

Quando a gente é pequena cantam pra gente dormir,

Mas quando a gente cresce também tem bicho papão.

E quando a noite chega e o sono não vem?

Quero um acalanto na noite de insônia,

Quero dormir com meu anjo,

Me guarda do medo da noite,

Quero sonhar com o céu,

Quando cantam pra gente dormir

Ah,como é bom,

O medo da noite se vai

E o sonho vem

12/09/2008

"Dorme, dorme menininha
eu estou aqui
vá sonhar
ainda é tempo, menininha "

Oswaldo Montenegro em “Canção de Ninar Gente Pequena”

publicado por Ana Paula Motta às 22:16
link do post | comentar | favorito


Conto-poema:

Estrelas no sorriso...

Tinha prometido a si mesma não mais gargalhar

Não mais chorar alto

Não mais viver

Descobriu-se tão tola

Tão vazia

Tão só

Mas havia prometido não viver

E promessa é coisa séria

Trancou seu jardim à chave

Até que o outono veio

E com a primeira folha em queda

Ruiu seu muro de solidão

Sorriu no primeiro sol da estação

Amou com as flores de maio

Gargalhou nos fogos do São João

A primavera já chega

Flores e perfumes

Junto às estrelas do teu sorriso

27/08/2008

publicado por Ana Paula Motta às 22:00
link do post | comentar | favorito


Pra falar de lua,

A palavra nua

Pra falar de ser sua.

Cada pedaço de mim

Vibra e quer

Cada pedaço

De você
tags: ,
publicado por Ana Paula Motta às 21:51
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
15

16
18
19
21
22

23
24
25
28
29



últ. comentários
Há sonhos que não esquecemos e outros que sim, tal...
Por que razão os sonhos mais belos se esfumaçam? e...
Por que razão os sonhos mais belos se esfumaçam? e...
Bonito...
Rs, muita tinta
Sofre do mesmo pânico: os espelhos e os fios branc...
Obrigada, pela visita. O filme é mesmo muito bom.
Já vi e adorei o filme :)
Obrigada, Aninha. O que seria de mim sem as amigas...
Amanhã é um outro dia e o sol volta a brilhar, que...
Gosta de escrever textos sobre e Televisão? Tem id...
Wal , sempre tão atenciosa e carinhosa e eu em fal...
A doce Aninha enfeitando minha tarde de domingo.Bj...
Aninha, esse micro conto nasceu de lembranças e ta...
Haja o que houver, essas duas lágrimas fujonas são...
Shayana, obrigada pela visita e pelo comentário. B...
Ana gostei muito...
Um dia Ana, tb acredito nisso :-)um abraço deste l...
Wal sempre tão atenciosa e carinhosa nos comentári...
Partilhar no Facebook
Partilhar
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro