Blog pessoal de Ana Paula Motta

Quarta-feira, 8 de Julho de 2009

Minha boca fala através da dela, poema de Florbela...

Folhas de Rosa

Todas as prendas que me deste, um dia,
Guardei-as, meu encanto, quase a medo,
E quando a noite espreita o pôr-do-sol,
Eu vou falar com elas em segredo …


E falo-lhes d’amores e de ilusões,
Choro e rio com elas, mansamente…
Pouco a pouco o perfume do outrora
Flutua em volta delas, docemente …


Pelo copinho de cristal e prata
Bebo uma saudade estranha e vaga,
Uma saudade imensa e infinita
Que, triste, me deslumbra e m’embriaga


O espelho de prata cinzelada,
A doce oferta que eu amava tanto,
Que reflectia outrora tantos risos,
E agora reflecte apenas pranto,


E o colar de pedras preciosas,
De lágrimas e estrelas constelado,
Resumem em seus brilhos o que tenho
De vago e de feliz no meu passado…


Mas de todas as prendas, a mais rara,
Aquela que mals fala à fantasia,
São as folhas daquela rosa branca
Que a meus pés desfolhaste, aquele dia…


Florbela Espanca - Trocando olhares

publicado por Ana Paula Motta às 09:22
link do post | comentar | | | favorito

Florbela... trocando sentimentos por palavras...
mariabesuga a 8 de Julho de 2009 às 09:49

Exatamente, uma capacidade extraordinária de fazer isso...
Ana Paula Motta a 8 de Julho de 2009 às 09:52

Florbela amou muito, de mais, mas nem sempre foi feliz no AMOR. Havia algo que faltava. Creio que a entrega dos seus amados não fosse total ou não correspondesse à desejada.
Ela queria, como todas as mulheres, ser a única e a mais amada de todas as mulheres. Daí evovar pequenos e ternos momentos de AMOR como o da rosa banca que o seu amado lhe deu.

Tal como você, Ana Paula, adoro Florbela Espanca. A sua, aminha e a dela são almas parecidas...

Beijos
Natália Augusto a 8 de Julho de 2009 às 12:59

Pois é, gostaria de ter uma alma menos sensível...
Ana Paula Motta a 8 de Julho de 2009 às 14:43


mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13
15
17
18

19
21
22
23
25

26
29
30


últ. comentários
Rs, muita tinta
Sofre do mesmo pânico: os espelhos e os fios branc...
Obrigada, pela visita. O filme é mesmo muito bom.
Já vi e adorei o filme :)
No Rio de Janeiro.
Ahahahaha!
E em que sítio do Brasil fica essa biblioteca?
Obrigada, Aninha. O que seria de mim sem as amigas...
Amanhã é um outro dia e o sol volta a brilhar, que...
Gosta de escrever textos sobre e Televisão? Tem id...
Wal , sempre tão atenciosa e carinhosa e eu em fal...
A doce Aninha enfeitando minha tarde de domingo.Bj...
Aninha, esse micro conto nasceu de lembranças e ta...
Haja o que houver, essas duas lágrimas fujonas são...
Shayana, obrigada pela visita e pelo comentário. B...
Ana gostei muito...
Um dia Ana, tb acredito nisso :-)um abraço deste l...
Wal sempre tão atenciosa e carinhosa nos comentári...
Ana, ainda vamos ver um filme desses juntas, com u...
Ana, foi esse momento do filme e do teu conto!! En...
Partilhar no Facebook
Partilhar
Visitas
widgeo.net

blogs SAPO


Universidade de Aveiro