Blog pessoal de Ana Paula Motta

Sexta-feira, 31 de Dezembro de 2010

Varre de dentro

o solzinho tímido.

Afinal já é verão.

Tomada de lufadas
de ventos quentes
inspira coragem
e deixa-se levar.

A alma transborda
e, docemente,
cheira a baunilha.

 

sinto-me:
tags: ,
publicado por Ana Paula Motta às 17:39
link do post | comentar | | | favorito

Quarta-feira, 29 de Dezembro de 2010

Postagem antiga do Todos os Sonhos de Abril do Clube de Leituras.

 

 

AdalorÁfricoAlísioAragemAuraAustroBrisaCicloneEspiroEuroFuracão

Garbino

LariçoLestadaLevanteMareiroMistralMinuanoMonçãoNortadaOressa

Pampeiro

RafadaRajadaRedemoinhoSirocoSobreventoSuestadaTerralTornado

Tramontana

TravessãoTufãoVendavalViraçãoXamalZoeira

Tudo isso é vento

É desassossego em mim

 

Poema originalmente postado em 17 de novembro de 2008

“Em sonhos sou igual ao moço de fretes e à costureira. Só me distingue deles o saber escrever. Sim, é um acto, uma realidade minha que me diferença deles. Na alma sou seu igual.”

Livro do Desassossego – Bernardo Soares (Fernando Pessoa)

publicado por Ana Paula Motta às 11:51
link do post | comentar | | | favorito

Terça-feira, 28 de Dezembro de 2010

Há dentro de mim uma paisagem

entre meio-dia e duas horas da tarde.

Aves pernaltas, os bicos

mergulhados na água,

entram e não neste lugar de memória,

uma lagoa rasa com caniço na margem.

 

Habito nele, quando os desejos do corpo,

 

a metafísica, exclamam:

como és bonito!

Quero escrever-te até encontrar

onde segregas tanto sentimento.

Pensas em mim, teu meio-riso secreto

atravessa mar e montanha,

me sobressalta em arrepios,

o amor sobre o natural.

O corpo é leve como a alma,

os minerais voam como borboletas.

Tudo deste lugar

entre meio-dia e duas horas da tarde.

sinto-me:
tags: ,
publicado por Ana Paula Motta às 13:32
link do post | comentar | | | favorito

Domingo, 5 de Dezembro de 2010

O calor faz mal ao juízo, faz as noites mal dormidas.

 

 

Desperto com uma certa ressaca sem álcool.

 

Tenho piedade dele, que lê Kafka aos catorze anos.Saudade de quando o via, aos seis, a voar nos jogos de quadribol do Harry Potter.

 

Eu e uma certa angústia, aos quarenta e três, com o turbilhão do Barroco Tropical do Agualusa. Me perco no labirinto das palavras, tenho pesadelos.

 

Anseio por uma nuvem macia nos campos de Jane Austen.

 

Vastas emoções, pensamentos imperfeitos... totalmente, eu, domingo e bibliotices (neologismo que me lembra o Milagrário Pessoal)...

sinto-me:
tags:
publicado por Ana Paula Motta às 18:59
link do post | comentar | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
30


últ. comentários
Rs, muita tinta
Sofre do mesmo pânico: os espelhos e os fios branc...
Obrigada, pela visita. O filme é mesmo muito bom.
Já vi e adorei o filme :)
No Rio de Janeiro.
Ahahahaha!
E em que sítio do Brasil fica essa biblioteca?
Obrigada, Aninha. O que seria de mim sem as amigas...
Amanhã é um outro dia e o sol volta a brilhar, que...
Gosta de escrever textos sobre e Televisão? Tem id...
Wal , sempre tão atenciosa e carinhosa e eu em fal...
A doce Aninha enfeitando minha tarde de domingo.Bj...
Aninha, esse micro conto nasceu de lembranças e ta...
Haja o que houver, essas duas lágrimas fujonas são...
Shayana, obrigada pela visita e pelo comentário. B...
Ana gostei muito...
Um dia Ana, tb acredito nisso :-)um abraço deste l...
Wal sempre tão atenciosa e carinhosa nos comentári...
Ana, ainda vamos ver um filme desses juntas, com u...
Ana, foi esse momento do filme e do teu conto!! En...
Partilhar no Facebook
Partilhar
Visitas
widgeo.net
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro